Restringir o problema 3

r-meditar

Formule seu problema de modo diferente do que você usou para resolvê-lo. Caso tenha formulado, por exemplo, como “dificuldade em estabelecer contato com o mundo real”, poderá reformulá-lo como “dificuldade de afugentar o tédio durante o dia” (abordagem mais delimitada), ou “carência de uma carreira desafiadora e produtiva, agora que a fase de ser “dona-de-casa” já passou”, ou ainda “papel estereotipado da mulher resulta numa não-satisfação pessoal/profissional plena da mulher”. O importante é acostumar-se a relaxar as definições dos problemas.

Written by 

Graduado em Comunicação Social pelo Centro Universitário de Brasília (1993), Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001) e Especialista em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral (2010). Profissional com experiência em instituições de ensino nacionais de grande e pequeno porte, com vivência na Direção Acadêmica e Executiva. Experiência em gestão acadêmica e administrativa nas modalidades Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Superior. Experiência na construção de planos de trabalho e instrumentos jurídicos para a tramitação de processos públicos voltados à execução de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Elaboração e apoio na execução de projetos para órgãos públicos e privados.

Deixe uma resposta